Muçulmanos forçam governador indonésio a revogar permissão para igreja


JAKARTA, Indonésia, 26 de outubro de 2009 (CDN) – o governador da região de Purwakarta, Java do Oeste, sr. Dedi Mulyadi, revogou sua permissão para a construção de uma igreja católica na vila de Cinanka, depois que radicais islâmicos ameaçaram os moradores para que retirassem suas assinaturas do pedido de construção da igreja. No dia 16 de outubro de 2009, o governador Dedi Mulyadi revogou a permissão para construção da igreja católica de Santa Maria, depois que radicais islâmicos ameaçaram os residentes locais que haviam dado seu acordo para a construção em terreno comprado pela igreja.

Email para um amigo ou divulgue: Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

A aprovação dos moradores locais é exigida pela lei da Indonésia, disse o padre responsável pela futura igreja. “Aqueles que assinaram o pedido de construção foram aterrorizados contínuamente pelo Front Pembela Islam (FPI – Frente dos Defensores do Islã)” disse o reverendo Agustinus Made. “Eles ficaram tão aterrorizados, que quando foram chamados para uma reunião do fórum Interfaith Communications Forum muitos não compareceram. Além disso, os membros do Interfaith Communications Forum e do Departamento de Religiões da região de Purwakarta também foram ameaçados pelo FPI, resultando em que ficaram com medo de dizer que concordavam com a construção da igreja.

O FPI também ameaçou o governador Dedi Mulyadi, fazendo com que ele revogasse a permissão que ele mesmo tinha assinado dois anos atrás, disse o reverendo Agustinus Made. “Desde o fim do mês de jejum islâmico – Ramadan – no dia 21 de agosto de 2009, a FPI continuou a promover várias demonstrações na frente dos escritórios do governador, exigindo que a permissão para a construção da Igreja de Santa Maria fosse revogada” disse ele. O lote de 5.000 metros quadrados foi demarcado como zona para local de culto. Jaenal Arifin, chefe do gabinete do Governo de Unidade Nacional e Proteção da Comunidade, disse que o governador Mulyadi assinou o decreto revogatório da permissão em 16 de outubro de 2009.

Um decreto interministerial promulgado em 1969 e revisado em 2006 exige a permissão de mais de 60 vizinhos e uma autorização das autoridades locais para a construção de um local de culto. Os mais de 60 cidadãos que assinaram sua aprovação, tiveram que entregar fotocópias de suas cédulas de identidade e de algum modo seus nomes foram parar nas mãos dos muçulmanos fanáticos. O chefe de gabinete Jaenal Arifin informou que depois de uma revisão da comunidade efetuada pelo Interfaith Communications Forum da região de Purwakarta e do Departamento de Religiões da mesma região, 15 cidadãos tinham retirado seu apoio. Além disso, a igreja não tinha obtido a permissão do líder de quarteirão – uma pessoa que se responsabiliza pelos eventos diários em cada quarteirão. “Baseado nos últimos fatos, apenas 45 cidadãos concordaram”, disse Arifin, “portanto o pedido de permissão não tem validade” e a permissão foi revogada.

A congregação de 1.000 fiéis está participando de cultos num armazém que pertence a uma fábrica de aço, muito longo do local de culto solicitado. A igreja está louvando a Deus nesse armazém desde 2002. Com a revogação da permissão de construção, a igreja corre também perigo de perder o armazém. Há o risco de que o grupo radical agora intimidará o dono do armazém para que proíba os cultos, disse o padre Agustin Made. A igreja está preparando uma ação legal perante uma corte na Java do Oeste, disse ele. “Nós estamos construindo num terreno que foi reservado para um local de culto e que nós compramos,” disse Made. “Nós exigimos que as leis sejam respeitadas. A intimidação por grupos radicais muçulmanos deve terminar.”

Email para um amigo ou divulgue: Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: