Irã Proíbe Cultos das Assembleias de Deus às Sextas-feiras


TEERÃ, Iran, 3 de novembro de 2009 (ICC) – A International Christian Concern (ICC) foi informada que no dia 30 de outubro de 2009 o governo do Irã forçou o fechamento do culto de sexta-feira da igreja central das Assembleias de Deus em Teerã.

Email para um amigo e divulgue no Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

De acordo com a Rede de Notícias Cristãs do Irã (FCNN), o reverendo Sourik – bispo das Assembleias de Deus no Irã, resolveu fechar a igreja às sextas-feiras, dia muçulmano para as preces, depois de sofrer forte pressão do Ministério da Informação do Irã.

Inicialmente o reverendo Sourk resistiu à pressão do governo. Contudo a Guarda Revolucionária exigiu que a igreja cancelasse seus cultos às sextas-feiras a partir de 31 de outubro de 2009, sob ameaças de fechar todos os locais de culto cristão e eliminar a igreja definitivamente.

O reverendo Sourik decidiu obedecer à ordem do governo, por receio com as consequências sobre sua congregação. “O anúncio do cancelamento de todos os cultos às sextas-feiras foi recebido com surpresa e lágrimas durante o culto”, informou a FCNN. A igreja afirmou que seus cultos aos domingos continuarão abertos.

A Igreja das Assembleias de Deus em Teerã está entre os maiores prédios de igrejas para culto público no Irã, um país onde a maioria dos cristãos promove cultos em igrejas clandestinas. As igrejas registradas legalmente no Irã têm relativa independência para culto, mas são sempre monitoradas de perto pelo governo.

Contudo, com a proibição dos cultos às sextas-feiras, fontes cristãs temem que comece uma tendência de aumento de intolerância contra os cristãos que não temem cultuar a Jesus abertamente. “Nós acreditamos que a principal razão para a proibição dos cultos às sextas-feiras é enviar uma forte mensagem para todos os cristãos dentro e fora do Irã que eles não vão tolerar o cristianismo no Irã. O objetivo é principalmente intimidar”, declarou uma fonte da Internacional Christian Concern.

O sr. Aidan Clay, Gerente Regional da International Christian Concern para o Oriente Médio, disse: “ Nós protestamos contra a decisão do Irã de proibir os cristãos das Assembleias de Deus em Teerã a congregar livremente às sextas-feiras ou durante qualquer outro dia da semana. Nós pedimos ao Irã que respeite os direitos de seus cidadãos cristãos para praticar sua fé livremente e sem interferência do governo”.

Email para um amigo e divulgue no FacebookDiggDel.icio.usStumbleuponRedditBlinklist |TwitterTechnoratiYahoo BuzzNewsvine

Anúncios

Uma resposta

  1. […] Artigos relacionados: Maryam e Marzieh Enfrentam a Morte, mas se Recusam a Renunciar à Fé Cristã Escreva pedido a liberdade de fé para as cristãs iranianas Maryam Rostampoor e Marzieh Amirizadeh Irã Liberta as Cristãs Maryam Rostampour e Marzieh Amirizadeh Comissão da ONU condena Irã por repressão após eleição presidencial O governo do Irã faz aniversário em tempos turbulentos com críticas de abuso religioso Autoridades no Irã libertam pastor cristão após fiança Irã detém cristãos sem autorização legal Reverendo Wilson Issavi preso no Irã Como vão indo, Mohammed e Gelanie Azbari? A Quinta Ferramenta Irã Prende, Intimida Cristãos no Natal Abbas Amiri e Sakineh Rahnama: reflexão. Como vai indo, Tina Rad? Irã Proíbe Cultos das Assembleias de Deus às Sextas-feiras […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: