Partidos Muçulmanos do Paquistão Advertem contra Revogação da Lei contra a Blasfêmia


ISLAMABAD, Paquistão, 3 de novembro de 2009 (ICC) – No dia 31 de outubro de 2009, dois importantes partidos políticos do Paquistão advertiram o governo daquele país para não emendar ou revogar a lei contra a blasfêmia. Essa lei vem causando violência contra cristãos.

Email para um amigo e divulgue no Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

De acordo do o jornal Daily Times, os partidos Jamaat Ahl-e-Hadith Pakistan e Tehreek Tahafuz-e-Haqooq Ahl-e-Sunnat, que têm grande número de seguidores, ameaçaram convocar protestos se a lei contra blasfêmia for alterada. O Daily times citou o sr. Hafiz Abdul Guffar Ropari, líder do partido Jamaat Ahl-e-Hadith Pakistan, que disse que o governo do Paquistão não deve alterar a lei “se quiser permanecer no poder”.

A lei contra blasfêmia do Paquistão estabelece que a difamação de Maomé e a profanação do Alcorão – o livro sagrado dos muçulmanos – é punida com a morte e prisão perpétua, respectivamente. Os muçulmanos têm utilizado essa lei, aprovada em 1973, para incitar a violência contra cristãos.

Em agosto de 2009, uma multidão de muçulmanos paquistaneses assassinou 11 cristãos e queimou mais de 40 casas de cristãos, por causa de uma falsa alegação de profanação do seu livro sagrado Alcorão na cidade de Gojra.

O Massacre de Gojra

Durante um casamento cristão, foram distribuídas folhas de papel cortadas como se fossem notas de dinheiro. Era uma brincadeira, mas alguns muçulmanos afirmaram que essas notas haviam sido cortadas do livro Alcorão.

Foi o que bastou para que uma multidão de centenas de muçulmanos enraivecidos atacasse as casas cristãs, matando 11 irmãos nossos e queimando 40 casas, além de outras violências. Oito cristãos foram queimados vivos, entre eles dois irmãos de 13 e 6 anos, seus pais e seu avô de 75 anos. Veja a reportagem completa no site da BBC (inglês) e Folha de São Paulo aqui, aqui e aqui, com fotos e depoimentos.

Notem como os jornais na Inglaterra e no Brasil enganam o leitor com as manchetes: não falam de massacre de cristãos, mas de “pessoas” (FSP) e de “violência sectária” (BBC) quando na verdade as “pessoas” foram massacradas por serem cristãs. Foi um pogrom contra os cristãos paquistaneses.

O Gerente Regional da International Christian Concern para a África e Sul da Ásia, sr. Jonathan Racho, disse “É lamentável que os partidos políticos locais se oponham à revogação da lei contra a blasfêmia, que vem sendo utilizada de modo abusivo contra cristãos e mesmo contra outros muçulmanos moderados. Pedimos ao governo do Paquistão para que proíba o mau uso da lei contra a blasfêmia, ou a revogue de uma vez”.

Saiba mais sobre a lei contra a blasfêmia e a resolução 62/154 da ONU, promovida pelos países muçulmanos, que pode forçar a implantação de leis contra a blasfêmia muçulmanas em todos os países do mundo, inclusive o Brasil.

Email para um amigo e divulgue no FacebookDiggDel.icio.usStumbleuponRedditBlinklist |TwitterTechnoratiYahoo BuzzNewsvine

Anúncios

2 Respostas

  1. […] Artigos relacionados Leis de “Blasfêmia” no Paquistão Prendem Mais Três Cristãos Cristão paquistanês é sentenciado à prisão perpétua sob acusação de blasfêmia Muçulmanos Ferem Família Cristã no Paquistão Libertados Cristãos acusados de Profanar o Alcorão Partidos Muçulmanos do Paquistão Advertem contra Revogação da Lei contra a Blasfêmia […]

  2. […] Artigos relacionados Leis de “Blasfêmia” no Paquistão Prendem Mais Três Cristãos Cristão paquistanês é sentenciado à prisão perpétua sob acusação de blasfêmia Muçulmanos Ferem Família Cristã no Paquistão Libertados Cristãos acusados de Profanar o Alcorão Partidos Muçulmanos do Paquistão Advertem contra Revogação da Lei contra a Blasfêmia […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: