Joseph, o guerreiro Maasai: 1 Colossenses 1:24


guerreiro maasai

guerreiro maasai

Joseph é um guerreiro da tribo Maasai na África. Há algum tempo atrás, ele encontrou um homem enquanto andava por uma poeirenta estrada africana. Esse homem contou para Joseph a história de Cristo e do amor de Deus que tornou possível o perdão de nossos pecados. Joseph se tornou um crente em Deus e se alegrou com a “estória de Jesus”. Com o passar do tempo, ele se tornou uma testemunha forte na fé em Cristo, até que conseguiu fazer a longa jornada saindo da África até Amsterdam (Holanda), para participar de uma conferência evangélica.

Enviar por email para seu amigo e divulgar no seu Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

Sua maior esperança era encontrar o pastor Billy Graham, que iria falar durante a conferência. Robert era um membro da equipe do pastor Graham que verificava quais pessoas podiam visitar o pastor Graham. A história de Joseph o convenceu tanto que ele deixou que o guerreiro Maasai contasse sua história diretamente ao pastor Graham.

E aqui está a história de Joseph, o guerreiro Maasai:

“Depois que eu encontrei Jesus, eu fiquei tão empolgado que eu sabia que todos na aldeia onde eu morava ficariam felizes em encontrá-Lo também. Então eu fui de porta em porta dizendo a todos que encontrava sobre a cruz de Jesus e a salvação que Ele nos oferecia.

Para minha surpresa, meu povo não somente não se importava, mas eles se tornaram hostis comigo. Os homens me agarraram preso ao chão enquanto as mulheres me batiam com cabos de arame farpado. Depois eu fui arrastado para fora da aldeia e abandonado no deserto para morrer.”

De algum modo, Joseph conseguiu se arrastar para um poço de água e ali, depois de dois dias entre acordado e desmaiado, ele sentiu que tinha de novo forças para se levantar. Ele estava pasmo com a recepção hostil de sua família e amigos, pessoas que ele tinha conhecido desde que nasceu.

“Eu decidi que eu devia ter esquecido de ter contado algo importante na história que lhes havia dito sobre Cristo. Então eu ali ao lado do poço, comecei a repetir comigo mesmo a história uma, duas, várias vezes. Depois eu fui mancando de volta para a aldeia para contar de novo para eles sobre as Boas Novas de Jesus”.

Eu fui de novo de choça em choça contando a meus vizinhos e amigos sobre Jesus, que morreu por nós para que possamos receber o perdão e conhecer o Deus vivo. De novo, eles me jogaram ao chão e me bateram, até abrir meus ferimentos que já estavam começando a curar. Eu desmaiei e quando acordei vi que eles tinham me arrastado de novo para fora da aldeia, pensaram que eu estava morto”.

“Eu acordei, muito machucado, mas ainda vivo. Pela terceira vez eu consegui ir de volta para minha aldeia e comecei a testemunhar. Mas eles já estavam esperando por mim. Eu fui agarrado, jogado ao chão e quando começaram a bater de novo eu desmaiei. Quando eu acordei, desta vez eu estava na minha cama. Os vizinhos que antes me haviam surrado agora estavam cuidando de mim. Todo mundo na minha aldeia havia se tornado crente em Cristo”.

Depois que Joseph contou sua história ao pastor Billy Graham, ele levantou sua colorida roupa africana e mostrou as suas cicatrizes. O pastor Graham disse a Joseph: “Eu não sou digno de desatar seus sapatos, e mesmo assim você queria falar comigo?”.

A tribo Maasai tem cerca de 840 mil pessoas e antes eram nômades que viajavam entre o Quênia e a Tanzânia pastoreando gado, do qual vivem. Fisicamente, são altos e esbeltos. São temíveis guerreiros e para provar sua coragem um guerreiro Maasai costuma ir individualmente por sua própria iniciativa caçar um leão, armado apenas com uma lança e seu escudo. Se sobreviver e voltar, ele ganha status na sociedade Maasai. Suas roupas e penteados são extremamente elaborados como na foto acima.

Os Maasai não têm cavalos: tocam suas boiadas… a pé! E por isso têm grande preparo físico e performance em corridas, como dizem: passam a vida correndo atrás da boiada ou fugindo dela! Isso quando não têm que lutar contra alguma tribo vizinha que tenta roubar seu gado. Alguns Maasai participaram de maratonas em Londres, Nova York e outras cidades durante 2008 para levantar fundos para tratamento da água em suas aldeias e conservação da natureza.

Leia mais atualidades cristãs aqui.

Enviar por email para seu amigo e divulgar no seu FacebookDiggDel.icio.usStumbleuponRedditBlinklistTwitterTechnoratiYahoo BuzzNewsvine

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: