Como vai indo, Tina Rad?


a nossa irmã cristã Tina Rad depois da tortura da polícia iraniana

a nossa irmã cristã Tina Rad depois da tortura da polícia iraniana

IRÃ, 24 de setembro de 2009 (Open Doors) – A cristã Tina Rad e seu marido, Sr. Makan Arya, e sua filha de cinco anos de idade Odzhan emigraram do Irã para outro país que lhes ofereceu asilo. Em 2008 o casal cristão foi preso e surrado pela polícia de segurança iraniana, que ameaçou tirar a guarda da filha Odzhan e colocá-la numa instituição para menores.

Envie por email para seu amigo e divulgue no seu Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

A família conseguiu um visto temporário para viver num novo país, onde puderam ter a liberdade de ser batizados. Tina disse “Jesus é Aquele que está nos ajudando durante todo esse tempo, nós O vemos com nossos olhos, é incrível”.

Tina se tornou cristão no começo de 2008, depois que um amigo lhe deu uma Bíblia e Jesus apareceu para ela em seus sonhos. Seu testemunho levou à conversão de seu marido para a fé cristã. Contudo, outros membros da família continuaram sendo muçulmanos e desaprovaram a nova fé do casal e delataram-nos para a polícia.

O rosto de Tina marcado pela agressão da polícia muçulmana em junho de 2008, foi e continua sendo uma potente imagem da brutalidade imposta a muitos cristãos pelas autoridades iranianas. Um dos joelhos de Tina também foi afetado como resultado da tortura. Durante o interrogatório, muitas ameaças foram feitas a Tina e seu marido o Sr. Makan.

-“A próxima vez, vocês serão também acusados de apostasia (deixar de ser muçulmanos), se vocês não pararem com o seu Jesus”, uma oficial de polícia disse para Tina. A mesma oficial de polícia também advertiu Tina que se ela e seu marido continuassem a comparecer numa igreja doméstica e a estudar a Bíblia, eles poderiam ser presos “por muito tempo” e perderiam a filha que tinha 4 anos na época. Outro policial também disse à Tina que as autoridades poderiam inventar uma acusaão de tráfico de drogas contra o casal “e vocês serão punidos como traficantes de drogas”. A pena para tráfico de drogas no Irã é a morte.

Os parentes de Tina disseram a ela que nunca mais querem vê-la de novo.

Artigos relacionados:
Comissão da ONU condena Irã por repressão após eleição presidencial

Envie por email para seu amigo e divulgue no seu FacebookDiggDel.icio.usStumbleuponRedditBlinklistTwitterTechnoratiYahoo BuzzNewsvine

Anúncios

3 Respostas

  1. […] no Irã Abbas Amiri e Sakineh Rahnama: reflexão. Como vão indo, Mohammed e Gelanie Azbari? Como vai indo, Tina Rad? Irã Liberta as Cristãs Maryam Rostampour e Marzieh Amirizadeh O governo do Irã faz […]

  2. […] Ferramenta Irã Prende, Intimida Cristãos no Natal Abbas Amiri e Sakineh Rahnama: reflexão. Como vai indo, Tina Rad? Irã Proíbe Cultos das Assembleias de Deus às […]

  3. […] Envie por email para seu amigo e divulgue no seu Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: