Muçulmanos Paquistaneses Explodem Loja que Vendia Filme sobre Jesus


UPPER DIR, Paquistão, 23 de novembro de 2009 (BosNewsLife) – um comerciante que vendia CDs na província noroeste da fronteira do Paquistão com o Afeganistão continuam em internado em estado crítico, depois que supostos militantes muçulmanos explodiram sua loja por que ela tinha à venda um filme sobre Jesus e outros filmes cristãos.

Envie por email para seu amigo e divulgue no seu Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

“Treze lojas vizinhas foram também parcialmente destruídas” durante a explosão de bomba no Centro Comercial Saleem, situado no bairro de Upper Dir District da cidade de Kas, disse o comerciante Muhammad Taos Khan que concedeu uma entrevista no hospital.

O Sr. Khan, 41 anos, disse que uma criança lhe deu uma carta ameaçadora cerca de 30 minutos antes da explosão no dia 11 de novembro de 2009. Ele disse que inicialmente “sacudiu sua cabeça e riu da carta”, mas logo ficou “extremamente impressionado” ao notar que a criança – um menino – estava olhando para ele com ódio nos olhos. “Quando eu tentei conversar com ele, ele correu e desapareceu entre as pessoas que estavam na rua”, disse Khan.

“É evidente pelo teor ameaçador da carta que eu fui atacado por vender o filme Jesus (sobre a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo) dublado nos idiomas Pashto e Urdu, bem como filmes muçulmanos e cristãos sobre (os personagens bíblicos) Abraão, Isaque e Adão e Eva. Nós temos muitos desses filmes em CDs”, disse ele.

A polícia paquistanesa e Khan ligaram a bomba ao grupo “Ideological Supremacy to Uphold Islam in the World” (Supremacismo Ideológico para Patrocinar o Islã no Mundo), um dos vários grupos que lutam para estabelecer um governo radical muçulmano e aplicar a lei Sharia muçulmana naquela província do Paquistão.

Não houve confirmação se o grupo muçulmano assumiu a responsabilidade do atentado a bomba e nenhuma prisão foi informada.

“Alá é grande e viva o Islã”, dizia a carta mostrada para a agência de notícias BosNewsLife. A carta também incluía slogans tais como “Morte aos EUA, aos Cristãos e todos os Judeus do Mundo”.

O comerciante Khan disse que a carta também acusava os comerciantes de vender CDs que “propagavam a vulgaridade na sociedade paquistanesa”. Você “não apenas vê os filmes sobre os profetas, mas também os aluga para o povo…”.

Khan disse que a carta também exigia que ele e outros comerciantes “em vez de atacar os valores muçulmanos deviam ensinar o Alcorão” considerado um livro sagrado pelos muçulmanos “para as crianças”.

Ele e outros comerciantes também foram “amaldiçoados” na carta. “Eles vão ir todos para o inferno e merecem o castigo divino…pelas ordens de Alá Todo Poderoso”, adicionava a carta mostrada à agência de notícias BosNewsLife.

Leia mais atualidades cristãs aqui.

Artigo relacionado
Reflexão para Pastores: O Sacrifício de Messias

Envie por email para seu amigo e divulgue no seu FacebookDiggDel.icio.usStumbleuponRedditBlinklistTwitterTechnoratiYahoo BuzzNewsvine

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: