Você está Pedindo ou Mandando Fazer?


Cristo orando para o Pai. Cristãos orando para o Pai.

Cristo orando para o Pai. Cristãos orando para o Pai.

Mas então como devemos orar para Deus? Muitas vezes estamos em situação de sofrimento. Nessa situação temos que ter discernimento. É difícil, muito difícil ter discernimento numa situação de sofrimento. E quem sou eu para orientar como orar para Deus? Eu sou pó como todos meus irmãos que me leem. Mas eu tenho algumas dicas que eu uso comigo mesmo e gostaria de compartilhar com você e talvez ajude:

Enviar por email para seu amigo e divulgar no seu Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

1.Primeiro eu tento me acalmar através da oração, pois a intranquilidade é inimiga do discernimento cristão. Abro a Bíblia no meu salmo preferido, o 91 Sob a Sombra do Altíssimo. Oro até me acalmar. Pode ser que eu consiga me acalmar em cinco minutos, pode ser que não. Sem problema, se eu noto que não consigo me acalmar eu paro de orar e espero outro momento do dia mais calmo e propício.
2.Quando eu atinjo a calma de espírito através da leitura de um salmo, uma oração ou meu texto cristão preferido, eu começo a analisar o melhor possível minha situação. Será que estou sofrendo por algo que não devia? Será que eu estou batendo de frente contra a vontade de Deus, desejando algo que Ele não quer para mim? Eu fui derrotado ou estou apenas “me sentindo derrotado”?

Sim, existe uma grande diferença entre “ser derrotado” e “sentir-me derrotado”. Muitos se sentem derrotados e na verdade não enxergam a grande vitória que Deus colocou em suas vidas. Vitórias como ter amigos sinceros, um lugar para morar, alguém com quem conversar, ter o que comer…viver em Cristo é uma enorme vitória!

Neste ponto da minha reflexão, eu já consegui visualizar se meu sofrimento tem realmente base ou não. De repente, posso até chegar à conclusão que estou sofrendo sem motivo! Descubro que minha angústia é porque não quero me submeter à vontade de Deus. Estou lutando contra Ele. E quando tomo consciência disso minha angústia e sofrimento se evaporam, no momento em que corrijo meus passos para andar junto com Deus e não contra o que Ele quer de mim.

Mas pode ser que não. Pode ser que não sinta que meu sofrimento é causado porque estou indo contra a vontade de Deus. E portanto sigo meu roteiro:

3.Se depois de analisar minha situação de dor, derrota, sofrimento, frustração ou tristeza, eu chego à conclusão de que não estou indo contra a vontade de Deus para minha vida, então eu posso pedir algo a Deus através da oração.

Outras vezes, estamos numa situação tão difícil e urgente que não há tempo para seguir os passos acima.

Então temos que orar imediatamente. Mas eu nunca peço a Deus que revogue ou mesmo me explique o que passei. O que eu passei, é da conta d’Ele e só Ele sabe o por que. Tantas vezes eu esqueço de agradecer a Deus quando me abençoa com vitórias na minha vida, então não tenho direito de exigir explicações sobre o sofrimento imposto contra mim. Eu simplesmente peço a Deus que me oriente sobre o que fazer em seguida! Por exemplo, se eu fosse esse meu irmão que deseja voltar para São Paulo citado no artigo “Deus, Manda Tua Resposta Para Mim” eu oraria assim:

Enviar por email para seu amigo e divulgar no seu FacebookDiggDel.icio.usStumbleuponRedditBlinklistTwitterTechnoratiYahoo BuzzNewsvine

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: