Multidão Muçulmana Destrói Igreja na Indonésia


JAKARTA, Indonésia, 23 de dezembro de 2009 (CDN) – uma multidão de 1.000 muçulmanos celebra a véspera do ano novo muçulmano com destruição, saque e fogo em igreja em construção. No dia 17 de dezembro de 2009, véspera do ano novo muçulmano, centenas de muçulmanos atacaram uma igreja católica em construção na cidade de Bekasi, Java do Oeste.

Envie por email para seu amigo e divulgue no seu Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

Uma multidão de cerca de 1.000 homens, mulheres e crianças da região de Bebalan e Taruma Jaha em Bekasi andava na procissão muçulmana do Ano Novo e parou numa igreja em construção, onde promoveram o saque e puseram fogo na obra, disseram líderes da igreja. O dano foi grande, mas felizmente ninguém ficou ferido.

A multidão se reuniu na Estátua Tiga Mojan a cerca de um quilômetro e meio da igreja, entre 10 e 10:45 da noite, disse Kristina Maria Rentetana, chefe do comitê de construção da igreja. Ela dise que não havia indicações de que o grupo se tornaria uma multidão hostil e atacaria a obra da igreja.

Rentetana disse que ela se juntou à multidão enquanto eles andavam. Ao se aproximar da igreja, disse ela, eles começaram a apedrejar a construção. “Eles gritavam: destruam, destruam”, disse Rentetana. “Até mesmo mulheres carregando bebês começaram a jogar pedras. Então um grande grupo de pessoas vestidas de branco entraram na igreja, que estava em construção, e pôs fogo nela.”

A multidão queimou um posto de segurança e arrasou os escritórios da empresa que construía a igreja, um a lata de combustível vazia foi encontrada no local, o que indica que o ataque foi premeditado. A multidão também deixou um computador que pertencia ao construtor, totalmente pisoteado na sarjeta.

A sra. Rentetana chamou imediatamente a polícia, e a multidão finalmente se dispersou por volta da meia noite, depois que cerca de 100 policiais chegaram no local.

O delegado de polícia da região, sr. Imam Sugianto, disse que o ataque foi incitado. “Haviam agitadores entre a multidão”, disse Sugianto. «Essas pessoas incitaram a multidão a queimar a igreja”.

No momento desta reportagem, a polícia já tinha preso 12 pessoas acusadas de liderar a destruição. “ Não está claro se estas pessoas são todas da mesma organização muçulmana ou não”, disse Sugianto. Entre os presos está Amat Rosidi, acusado de roubar uma furadeira do local. O prefeito da cidade de Bekasi emitiu uma licença de construção para a igreja no dia 6 de fevereiro de 2008. A cidade de Bekasi fica próximo à capital indonésia, Jakarta.

O delegado Sugianto disse que ele encorajou os cristãos a continuar com os planos para um culto de Natal e prometeu dar a segurança adequada. “Por favor, façam o culto de Natal”, disse ele, “A polícia guardará a igreja”. Sugianto disse que o ataque contra a igreja será investigado e punido “nós tentaremos prender todos os líderes desse ato criminoso”.

Envie por email para seu amigo e divulgue no seu FacebookDiggDel.icio.usStumbleuponRedditBlinklistTwitterTechnoratiYahoo BuzzNewsvine

Anúncios

3 Respostas

  1. […] podem chamar Deus de Allah, em um país muçulmano? link Muçulmanos impedem celebração de Natal link Multidão Muçulmana Destrói Igreja na […]

  2. […] Fechem Igreja na Indonésia Grupos Muçulmanos Demandam o Fechamento de Mega-Igreja Legal Multidão Muçulmana Destrói Igreja na Indonésia Como vai indo, Noviana […]

  3. […] Fechem Igreja na Indonésia Grupos Muçulmanos Demandam o Fechamento de Mega-Igreja Legal Multidão Muçulmana Destrói Igreja na Indonésia Como vai indo, Noviana […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: