Continua no Vietnã renúncia da fé através da força


HANOI, Vietnã, 18 de janeiro de 2010 (CDN) –Novos cristãos do nordeste são violentamente compelidos ao retorno de cultos ancestrais. Um homem vietnamita, que foi violentamente obrigado a deixar sua fé cristã, enfrenta pressão das autoridades e membros de tribos para fornecer evidências do retorno ao culto tradicional Hmong, efetuando sacrifícios aos ancestrais no próximo mês.

No Distrito de Dien Bien Dong, a polícia de Na Son e soldados liderados pelo policial Hang A Sehn, levaram um casal cristão para o escritório do comitê, após incitarem residentes locais a abusar e apedrejar o casal e outras famílias cristãs. Depois que o cristão sr. Po e sua família serem espancados de madrugada, ele foi multado em uma quantia de 8 milhões de Dong (USD 430,00), juntamente com a compra de um porco, de pelo menos 16 kg que foi entregue aos policiais. Seu celular e seus documentos foram confiscados, de acordo com o relatório.

“Eu cedi – eu assinei [sobre o documento de renúncia da fé cristã] quando a polícia ameaçou me espancar até a morte se eu não renunciasse.”, disse Po. “Eles iriam confiscar minha propriedade, deixar minha esposa viúva, e minhas crianças sem pai – sem um lar”.

Após a renúncia de Po, as autoridades o sujeitaram a “multas”, assim como a ritos para satisfazer os espíritos da tradição Hmong, os quais estariam ofendidos com sua conversão ao cristianismo.

Os cristãos Sung A Sihn e Hang A Xa do vilarejo de Trung Phu também foram espancados na cabeça e nas costas, e depois forçados a comprar um porco de 16 kg, para que as autoridades locais pudessem fazer uma refeição. Os relatórios dizem que a razão para o espancamento dos cristãos foi o abandono da “bonita e boa” fé tradicional nas crenças Hmong.

Xa recebeu uma intimação escrita pelo chefe do vilarejo de Trung Phu, ordenando-o a comparecer obrigatoriamente a casa do chefe do vilarejo e levar comida suficiente, incluindo um porco de 15 a 20 kg, para alimentar a todos.

“Está é a justiça selvagem do Vietnã – comparecer à casa de uma autoridade, obrigado a levar comida suficiente e bebida para seus rituais e ainda ser atormentado pelas autoridades”, observa uma fonte.

Em novembro de 2009, advogados em prol da liberdade religiosa encontraram um documento chamado “Relatório sobre religião e crenças vietnamitas”. O documento de 104 páginas “para circulação interna” foi publicado em novembro de 2001 pelo Departamento de Minorias Étnicas da Província de Dien Bien.

O documento revela que as políticas repressivas de 2004/2005 ainda são a base para a atitude atual das autoridades comunistas vietnamitas contra as religiões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: