Quando você está cansado de rezar sozinho


Você sabe como é sentar na igreja, semana após semana, e sentir-se solitária?

Durante anos Debe ansiava por ter Randy rezando ao seu lado. Ela estava cansada de sentar-se sozinha na igreja, cantando suas preces sozinha, fazendo anotações sobre o sermão do pastor sozinha. Seu coração aguardava o dia que seu marido iria presenciar pessoalmente o que ela havia presenciado na igreja através de sua mensagem e sua música.

Devido ao fato de seu coração estar focado na vontade de ter seu marido ao seu lado, Debe lembra-se de relacionar cada sermão ao seu marido. Randy precisa ouvir isso, ela pensava. Ou, “Este verso é para Randy”.

Depois de muitos anos rezando sozinha, Deve encontrou-se desencorajada – e às vezes até deprimida – ao pensar que seu marido ainda não havia se juntado a ela na questão mais importante de sua vida, e por causa disso ela sentia que não estava crescendo. Ela finalmente decidiu que era hora de terminar seu casamento, para que ela pudesse encontrar alguém que dividisse seu coração, rezasse junto com ela, e a encorajasse a caminhar ao lado de Deus. Mas, o pastor de Debe a fez desistir da idéia. Ele a encorajou a começar direcionar o seu crescimento a Deus, e não ao seu marido. Quando Debe começou a fazer isso, ela descobriu que existia um lado de Deus que ela desconhecia.

Rezar sozinha levou-me a uma nova dimensão, disse Debe. “A intimidade de minha reza começou a aumentar quando eu olhava para Deus – e não para a presença de Randy ao meu lado – para preencher as expectativas de meu coração.”

Abraçe os momentos solitários

Existem histórias importantes na bíblia sobre mulheres que cultuavam Deus solitariamente. Uma delas era Hannah, a mãe de Samuel. Ela sabia sobre a importância do culto solitário, da reza solitária, e de carregar os fardos em seu coração solitariamente. Ela queria uma criança desesperadamente, mais do que qualquer coisa no mundo.

E, um dia, ela amargamente transbordou este desejo para Deus. Ela conversou com Ele sobre sua vontade, sua tristeza e sobre como ela via as outras mulheres a sua volta com crianças, sua frustração porque ela não podia dar uma criança a seu marido, e sua mágoa por ser razão de piadas da outra esposa de seu marido. Ela rezou, chorou, e disse a Deus que se Ele lhe desse uma criança, ela iria para sempre servi-Lo neste templo, pelo resto de sua vida.

Esta mulher abriu seu coração para Deus, e ela o fez sozinha. Seu marido, Elkanah, não estava ao seu lado. Ele estava em alguma outra parte do templo. Deus encontrou Hannah enquanto ela rezava sozinha. E Ele a presenteou com uma criança.

Transforme em algo pessoal

Eu fui recentemente encorajada – enquanto folheava o livro de “canções bíblicas” – a perceber que mais da metade dos salmos foram escritas de uma perspectiva pessoal, um relato de uma experiência pessoal com Deus.

Apenas 25 salmos referiam-se a cultos coletivos, utilizando os termos “nós” e “nosso”. Isso parece indicar que boa parte da ação de orar é o acontecimento de um encontro pessoal com Deus. Enquanto não podemos abrir mão de reunirmos com os outros fiéis para um culto conjunto, nós não podemos viver dos serviços de culto da igreja como sendo a única face de nosso encontro com Deus.

E não podemos depender da presença de alguém ao nosso lado para que tenha um significado importante. O ato de louvor deve fluir diretamente de nossas vidas pessoais, e isso acontecerá quando estivermos sozinhos.

Quando Debe mudou o foco de quem estava sentado ao seu lado para quem estava acima dela, sua reza tornou-se uma experiência muito mais recompensadora – até o ponto que ela percebeu que somente a presença de Deus era o que ela queria.

________________________________________

Cindi McMenamin é uma representante nacional e autora de diversos livros, incluindo When Women Walk Alone, When God Pursues a Woman’s Hear, e Women On the Edge.

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: