Autoridades no Irã libertam pastor cristão após fiança


Oremos pela vida do pastor cristão Wilson Issavi

Oremos pela vida do pastor cristão Wilson Issavi

TEERÃ, Irã, 5 de Abril de 2010 (CDN) – Acusado de “converter muçulmanos”, o líder da igreja enfrenta julgamento – e ameaças de assassinato. Um pastor cristão assírio acusado pelo governo de “converter muçulmanos” foi libertado da prisão sob fiança, e aguarda o seu julgamento. O reverendo Wilson Issavi, de 65 anos, foi solto da prisão de Dastgard em Isfahan na última semana.

Relatórios conflitantes indicam que Issavi foi libertado em algum momento entre 28 de março de 2010 e 30 de março de 2010. A polícia de investigação de segurança do estado havia prendido Issavi na semana passada, pouco tempo após ele ter terminado um encontro na casa de um amigo em Isfahan, no dia 2 de fevereiro de 2010.

Além da acusação de “converter muçulmanos,” o pastor também foi acusado de não cooperar com a polícia, provavelmente por continuar os encontros mesmo após a polícia ter encerrado as atividades da igreja Evangelical Church of Kermanshah, e ordenaram que não fosse reaberta.

Após sua prisão, Issavi ficou detido em uma cadeia não identificada em Isfahan, onde aparentemente foi torturado, de acordo com uma mulher cristã que fugiu do Irã e conhece Issavi e sua família. A mulher cristã, após pedir o anonimato por razões de segurança, disse que a esposa de Issavi, Medline Nazanin, visitou o pastor na cadeia. Nazanin disse que os sinais de tortura eram óbvios.

companheiros: tortura não é denunciada pelo Brasil

companheiros: tortura não é denunciada pelo Brasil

A jaula – não se poderia chamar aquilo de cela – onde o pastor cristão Wilson Issavi foi preso estava tão imunda que ele contraiu uma infecção extremamente perigosa. Durante a prisão de Issavi, as autoridades ameaçaram executá-lo, segundo dizem testemunhos. A alegria da família de Issavi quando ele foi solto misturou-se com medo, pois eles aguardam em agonia a possibilidade de ele ser assassinado por extremistas muçulmanos, o que é comum no Irã quando cristãos são detidos por razões religiosas e então soltos. “Às vezes eles te soltam apenas para depois matá-lo,” a testemunha cristã disse.

Artigos relacionados
Reverendo Wilson Issavi preso no Irã
Abbas Amiri e Sakineh Rahnama: reflexão.
Como vão indo, Mohammed e Gelanie Azbari?
Como vai indo, Tina Rad?
Irã Liberta as Cristãs Maryam Rostampour e Marzieh Amirizadeh
O governo do Irã faz aniversário em tempos turbulentos com críticas de abuso religioso
Irã detém cristãos sem autorização legal
Publicada Lista Anual de Perseguição Cristã da Open Doors
Irã Prende, Intimida Cristãos no Natal
Igreja Conscientiza sobre Perseguição

Share

Anúncios

2 Respostas

  1. […] Artigos relacionados: Maryam e Marzieh Enfrentam a Morte, mas se Recusam a Renunciar à Fé Cristã Escreva pedido a liberdade de fé para as cristãs iranianas Maryam Rostampoor e Marzieh Amirizadeh Irã Liberta as Cristãs Maryam Rostampour e Marzieh Amirizadeh Comissão da ONU condena Irã por repressão após eleição presidencial O governo do Irã faz aniversário em tempos turbulentos com críticas de abuso religioso Autoridades no Irã libertam pastor cristão após fiança […]

  2. […] O governo do Irã faz aniversário em tempos turbulentos com críticas de abuso religioso Autoridades no Irã libertam pastor cristão após fiança Irã detém cristãos sem autorização legal Reverendo Wilson Issavi preso no Irã Como vão […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: