Indonésia: Nem Orar da Rua se Pode Mais


JAKARTA, Indonésia, 20 de abril de 2010 (CDN) – Um oficial público local em Bekasi, na Java Ocidental, proibiu na semana passada todo os cultos da igreja Filadelfia Huria Kristen Batak Protestan na vila de Jejalan.

O governador Sa’duddin exigiu em 12 de abril o fim de todas as atividades da igreja, incluindo serviços de culto que eram mantidos à beira de uma estrada desde que o governo interrompeu a construção da igreja que antes havia autorizado. Em 12 de janeiro o governo local sumariamente fechou o prédio da igreja, que estava em construção. Anunciando sua exigência num encontro de oficiais públicos com o reverendo  Palti Panjaitan, o vice-governador Darip Mulyana alegou que a razão para o fechamento do prédio da igreja era que o culto interferia com “atividades comunitárias”, mesmo que o prédio estivesse localizado em uma beira de estrada quase deserta perto de um campo vazio.

Mulyana disse que Sa’duddin ordenou que a igreja precisava de um novo lugar para construir seu prédio permanente pois muçulmanos residentes locais o haviam rejeitado – mesmo que a igreja houvesse garantido a aprovação de residentes locais quando submeteu sua aplicação de licença em 2008.

O governo nunca interferiu no início da construção. Então organizações muçulmanos locais passaram a protestar, pedindo às autoridades que cancelassem as autorizações de construção.  A igreja entrou com processo contra o governador Sa’duddin em 30 de março por fechar sua igreja unilateralmente enquanto ela estava em construção.

O governador, como resultado, recomendou que a igreja organizasse seus serviços dentro em um hall na vila de Jejalan, mas esses cultos foram impedidos por uma multidão de muçulmanos que se reuniu no local.

A congregação cristã Filadélfia é ativa desde 2000, nos primeiros dias com serviços organizados na casa do pastor. Em 2006, uma multidão de 300 pessoas cercou a casa durante um serviço de domingo. Dizendo serem vizinhos, eles pressionaram o pastor a assinar um documento prometendo não manter nenhum culto religioso em sua casa.

Agora, com a construção da igreja que tinha todas as autorizações e que agora foi interrompida, nem cultos na beira da estrada se podem mais fazer. Tudo isso, indo frontalmente contra a Constituição da Indonésia que permite liberdade de fé. E o governo central da Indonésia não faz nada para impor o respeito às leis do país. O que vale, é o grito dos radicais islâmicos e o silêncio da maioria de muçulmanos moderados.

Anúncios

2 Respostas

  1. […] Indonésio Viola as Liberdades Religiosas mas comunidade cristã triplica Indonésia: Nem Orar da Rua se Pode Mais Muçulmanos Interrompem Construção de Duas Igrejas na Indonésia Cristãos se Recusam a Deixar […]

  2. […] Indonésio Viola as Liberdades Religiosas mas comunidade cristã triplica Indonésia: Nem Orar da Rua se Pode Mais Muçulmanos Interrompem Construção de Duas Igrejas na Indonésia Cristãos se Recusam a Deixar […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: