Ataque extremista hindu contra retiro cristão em Madhya Pradesh


NOVA DÉLHI, 27 de abril de 2010 (CDN) – Extremistas hindus atacaram congregações cristãs no estado indiano de Madhya Pradesh nesse mês, deixando morto o estudante de teologia Amit Gilbert, 23 anos, e vários outros cristãos feridos.

O corpo de Amit Gilbert, de 23 anos, foi descoberto em um poço de água a cerca de sete metros do local de um encontro de reflexão cristão em que 15 a 20 extremistas hindus atacaram em 17 de abril, na Gram Fallaiya, em Post Pathakheda, no distrito de Betul.

Com as cabeças cobertas e portando barras de ferro e bastões de bambu, membros das organizações extremistas hindus Dharam Sena e Bajrang Dal cortaram a energia durante o evento noturno e começaram os distúrbios, fazendo com que mais de 400 das pessoas atendendo o evento fugissem em pânico, conforme o relato de líderes cristãos.

Testemunhas oculares disseram que os desordeiros perseguiram Gilbert, de Gorakhpur no estado de Uttar Pradesh, e o torturaram agredindo-o nas pernas. A polícia no estado controlado pelo partido extremista hindu Bharatiya Janata Party (BJP) disse que pelo momento eles acreditavam que Gilbert caiu acidentalmente no poço em meio ao caos, mas os cristãos presentes alegam que isso é muito pouco provável.

Seu corpo foi encontrado com a cabeça e pernas submersas na água do poço, de 1.5 metros de profundidade, mas ele não tinha nenhuma água nos pulmões ou estômago quando os cristãos tiraram-no de lá, segundo o pastor Santwan Lal, organizador do evento, sugerindo que Gilbert já estava morto antes de ser atirado lá.

Em Balaghat em 14 e 15 de abril, extremistas hindus atacaram um encontro evangélico de três dias com bombas de gasolina a despeito de presença policial, arranjada com antecedência para a segurança do encontro.

A polícia aumentou seus efetivos para a reunião de 15 de abril, mas quando ele estava para acabar, cerca de 150 membros do BJP e do Bajrang Dal cercaram o estádio. “Os cristãos que estavam voltando da reunião e tentando sair de Balaghat o mais rápido possível foram agredidos com pedaços de madeira e bombardeados com pedras,” disse o Dr. Amos Singh, dos Ministérios de Jeevan Jyoti.

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: