China comunista transfere de prisão o líder cristão Alimjan Yimit


Pastor Alimjan Yimit, sua esposa Gulnur e o filho

Pastor Alimjan Yimit, sua esposa Gulnur e o filho

DUBLIN, 29 de abril (CDN) – Autoridades na província de Xinjiang recentemente transferiram o uigur cristão Alimjan Yimit de uma prisão em Kashgar para uma prisão na capital provincial de Urumqi e permitiram a primeira visita por familiares desde sua prisão em janeiro de 2008, de acordo com fontes da CDN.

Alimjan (Alimujiang Yimiti em chinês) estavam bem mais magro, mas de boa disposição, a família disse a amigos depois de sua breve visita a ele na prisão número três de Xinjiang em 20 de abril, de acordo com um relato à CDN. Eles só conseguiram 15 minutos para falar com Alimjan por telefone através de uma barreira de vidro, ainda foi relatado.

Mas os advogados de Alimjan, Li Baiguang e Liu Peifu, foram proibidos de se encontrar com ele, a despeito de terem permissão do Depto. de Gerenciamento Prisão de Xinjiang, conforme relatos da Associação de Ajuda à China no Sábado, 24 de abril de 2010.

As autoridades chinesas agora deram permissão para que a esposa da Alimjan, Gulnur (em chinês, Gulinuer) e outros parentes próximos o visitassem uma vez por mês. Alimjan e Gulnur eram pastores de uma igreja étnica uigur em Xinjiang antes de sua prisão em janeiro de 2008. O advogado Li disse à Rádio Ásia Livre no começo do mês que enquanto as primeiras acusações foram que Alimjan estava “instigando o separatismo” e “revelando segredos de estado” a organizações estrangeiras, sua ofensa não consistiu em nada mais do que conversar com visitantes cristãos dos EUA.

O Tribunal de Justiça de Kashgar condenou Alimjan por “revelar segredos de estado” em 27 de outubro de 2009 e aplicou-lhe uma sentença de 15 anos. Seus advogados apelaram, mas o Superior Tribunal Popular de Xinjiang manteve o veredicto original em 16 de março. “Essa decisão é ilegal e inválida, pois nunca demonstrou como Alimjan deu segredos de estado a pessoas estrangeiras,” Li disse à Rádio Ásia Livre.

Leia mais sobre a heróica trajetória do pastor de etnia uigur, Alimjan Yimit. Um homem que decidiu doar sua vida para Cristo numa região de maioria muçulmana, onde sofre por não ser muçulmano e também é perseguido pelas autoridades atéias chinesas. Ore por Alimjan Yimit.

Caso nr. 2: A Perseguição do Uigur Cristão Alimujiang Yimiti, de Xinjiang
Declaração sobre a visita da World Evangelical Alliance à China
Pastor Sentenciado a 15 anos de Cadeia

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: