Agiota força cristão paquistanês a vender o rim


LAHORE, Paquistão, 14 de maio de 2010 (CDN) – Um paquistanês cristão disse que seu empregador muçulmano forçou-o na última semana a vender seu rim para pagar um empréstimo que ele fez sob juros exorbitantes cobrados apenas de não-muçulmanos.

John Gill, um operador de maquinário na Fábrica de Plásticos Shah na área Youhanabad de Lahore, disse ter pego um empréstimo de 150.000 rúpias (US$ 1.766) – por 400% de juros – de seu empregador Ghulam Mustafa em 2007 para mandar sua filha de 17 anos para a faculdade. O empregador e agiota muçulmano Mustafa confirma que ele confiscou a casa de Gill na semana passada depois de dar ao cristão duas semanas para pagar os juros do empréstimo.

Então, em 6 de maio, Mustafa veio à casa de Gill com “cerca de 5 homens armados” e transportou-o para o hospital Ganga Ram, onde ele foi forçado a vender seu rim, disse o cristão.  O valor do rim era estimado em cerca de 200.000 rúpias (US$2.355), deixando Gill ainda com um débito de cerca de 250.000 rúpias (US$2945), ele disse.

Gill emprestou US$1.766 e ficou devendo US$5.300 por causa dos juros de 400%. Ele ainda alega que não sabe como vai pagar o resto, e que o prazo é até o próximo mês.

O agiota Mustafa disse à CDN que Gill devia-lhe 400% de juros do empréstimo.  “Eu só dou 50% de juros para empregados muçulmanos”, disse o agiota Mustafa, acrescentando que se recusava a cobrar menos de 400% de juros de qualquer não-muçulmano.

Não houve confirmação imediata desta notícia no hospital Ganga Ram.  Grupos de ativistas, no entanto, queixaram-se de que centenas de estrangeiros ricos vêm ao Paquistão todo o mês para comprar rins de doadores vivos e pobres.

A falência dos rins é um problema crescente em países ricos, devido à obesidade ou hipertensão, mas uma falta cada vez mais crescente de órgãos para transplante criou um mercado negro que explora doadores necessitados como o cristão Gill e ameaça acabar com esquemas voluntários de doação, de acordo com a Fundação Paquistanesa do Rim.

Gill disse que está tentando contatar grupos de advocacia cristã locais para ajudá-lo a se recuperar e superar suas dificuldades financeiras e espirituais.  Os cristãos são minoria no Paquistão, altamente islamizado, onde grupos de direitos lamentaram a discriminação contra trabalhadores cristãos.

Share

Anúncios

3 Respostas

  1. eu vendo o meu sem problema, o triste é que aqui no brasil não acho quem compre

    • Olá Rosária, obrigado pelo seu comentário. Você é livre para doar seu órgão. Neste caso, os cristãos foram forçados a doar, contra a vontade deles, é diferente. E logico, é um crime contra os direitos humanos e as leis em vigor no Paquistão.

      • Afinal vcs estão no Brasil ou no Paquistão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: