Reflexão para Líderes Cristãos: mensagem de Deus para João de Deus Cabral


Extraído do blog “Diário de Uma Cristã Paquistanesa”. Trata-se do diário da cristã Mariaam (pseudônimo para evitar perseguições) e que é publicado no site Secret Believers (Crentes Secretos). O artigo da jovem cristã Mariaam intitula-se “Os Quatro Homens de Deus” e sentimos que pode ser uma mensagem ao ex-pastor João de Deus Cabral, que se converteu ao islamismo. Por mais que você negue a si mesmo e tente justificar seu ato, Deus sabe de tudo e Ele sabe o que nossos irmãos cristãos passam quando vivem em países da religião que você adotou. Sua responsabilidade como pastor era grande perante Deus e tua congregação. Mas fique tranquilo, você não será perseguido, discriminado e humilhado (como um dhimmi) por sua apostasia como acontece com aqueles muçulmanos que decidem encontrar Deus no sentido inverso ao teu caminho que se afastou d’Ele. Oramos para que Deus tenha piedade de você e misericórdia no dia do teu julgamento. Agora, com a palavra a jovem cristã Mariaam.

Quatro Homens de Deus

Conheça um jovem pastor. Ele tem uma família jovem e cristã, filhos lindos e uma mulher absolutamente linda, que também foi chamada para o ministério como ele é. Seu amor por Jesus contagia todos nós. Quando ele sorri, brilha seu rosto e seus olhos brilham. Quando ele fala das coisas do Senhor fala com autoridade e escrituras para apoiar tudo o que ele diz. Ele tem uma ótima visão para apresentar Jesus em seu trabalho com os jovens do Paquistão.

Eu também quero que você conheça um jovem – um membro do pessoal de limpeza em uma Igreja que ama a Jesus com todo seu coração. Com trinta anos de idade, ele e sua esposa ganham muito pouco, mas a sua fé em Jesus é forte. Ele sofreu muito pela sua fé, falsamente acusado de um crime que não cometeu. Foi oferecida a oportunidade de se tornar um muçulmano e sair livre, mas ele se manteve firmemente com Jesus, apesar da tortura na prisão. Nada no mundo é mais precioso para ele do que Jesus. Seu humilde trabalho de faxina é como uma oferenda a Cristo, uma oportunidade de manter a casa do Senhor bonita e digna de adoração.

Conheça o marido da sra. Saiqa. A maioria dos homens do meu país o Paquistão preferia não ter uma esposa que foi estuprada. Se eles sabem que uma mulher foi estuprada no passado, eles preferem não tê-la em sua casa. É um problema de honra e vergonha. Saiqa é uma mulher tão jovem. Ela trabalhou como faxineira em casas de muitos muçulmanos, ela foi estuprada e foi advertida que, se ela ficasse grávida e nascesse um menino, ela deveria entregar a criança aos patrões e ele seria criado como um muçulmano, mas se nascesse uma menina, ela poderia matá-la que eles não se importariam. Mas Saiqa nunca mais voltou àquela casa. Saiqa não engravidou, mas ela temia que ninguém iria amá-la e casar com ela. Hoje ela é casada com um homem comprometido com Jesus que se casou com ela e a ama profundamente.

A última pessoa que eu quero apresentá-lo é um professor em uma escola pública com um trabalho muito difícil, pois é o único cristão na equipe de 50 professores. Ele enfrenta grande oposição. O resto do pessoal  muçulmano gostaria muito que ele fosse embora. Ele é um lembrete da presença cristã em nossa terra, o Paquistão. Ele usa uma cruz lembrando aos muçulmanos que alguns cristãos têm instrução. Ele informa as pessoas sobre a sua fé, está sempre preocupado em fazer seus alunos desenvolverem o potencial de estudo. Devido à sua assiduidade e sua recusa em tirar uma licença do trabalho ou mentir um motivo para sair de licença, todos os alunos têm que participar e são obrigados a ser honestos e verdadeiros como seu professor cristão é. Algumas vezes os seus livros são roubados de sua mesa na sala dos professores, outras vezes lhe entregam um Alcorão e lhe pedem para se converter logo, ele é convocado para trabalhar no domingo por que sabem que assim ele não poderá ir no culto cristão. Dão-lhe uma vassoura e mandam-no limpar a escola. Ele não tem permissão para beber água do mesmo bebedouro usado pelos seus colegas professores muçulmanos então ele traz água numa garrafa sua. Mas ele se mantém firme para Jesus.

Todos esses homens têm uma coisa em comum. Algo que pode soar familiar para você. Então quando você ouvir uma referência a esta carta, acho que você pensaria nestas pessoas cristãs e oraria por eles e as pessoas que vivem com eles. Você pensaria que em cada reunião e oportunidade da vida Jesus pode brilhar. Todos estes homens são chamados Shahzad mas não são terroristas* e sim são homens de Deus e que amam Jesus.

*referência ao terrorista muçulmano americano Faisal Shahzad que tentou explodir um carro na Times Square de Nova York no dia 1 de maio de 2010, depois de ser treinado por muçulmanos radicais no Paquistão.

Fonte: a jovem cristã paquistanesa Mariaam no site Secret Believers

Artigos relacionados
Pr Napoleão Falcão substituirá o ex-pastor convertido ao Islamismo
Pastor Assembleiano se converte ao islã
A origem da palavra genocídio
Evangelização pelo martírio : 70 milhões de cristãos mortos em 20 séculos
A Quinta Ferramenta: 1.300 anos de genocídio muçulmano contra a igreja cristã oriental.
Reflexão para Pastores: O Sacrifício de Messias – qual a diferença entre um “mártir” muçulmano e um mártir cristão? Leia e saiba.

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: