Entrevista: cada quadra em volta da sua casa é um campo missionário


Entrevista com o presidente da Juventude da Associação Regional Batista Serra dos Órgãos, Marcos Vinícius Habib Moreira. A entrevista mostra os desafios da evangelização dos jovens, como devemos nos posicionar perante os desafios no mundo de hoje e a escolha da fé cristã. E principalmente: todos somos missionários!

1. Marcos, obrigado por estar nesta entrevista. Conte-nos um pouco de você e seu trabalho.
Marcos: Eu sou simples jovem nascido de bons pais (ainda incrédulos ) meu avô era um mulçumano mas meus pais são católicos. Sou grato a Deus, pois sou prematuro! Meu trabalho atualmente é evangelização dos judeus, pois recebi essa incumbência do amado Pastor Leonard Meznar da Igreja Batista Regular, cooperando com minha Primeira Igreja Batista em Teresópolis – RJ e com Denominação Batista. Atualmente sou Presidente da Juventude da Associação Regional Batista Serra dos Órgãos. E às vezes respondo dúvidas de pessoas quanto á seitas e heresias.

2. Como Presidente da Juventude da Associação Regional Batista, qual é sua missão principal?
Marcos: A Associação Regional Batista Serra dos Órgãos é ligada á Convenção Batista Fluminense e da Convenção Batista Brasileira.Temos que ser servos da igreja batista local. Minha função principal como presidente desta juventude é fomentar unidade entre jovens e adolescentes, tanto espiritualmente como na diversão sadia dos jovens, como jogar bola numa das igrejas. Eu ajudo a cada líder de igreja batista dentro dessa Associação Regional a trabalhar com jovens desde que ele queira, pois devo respeitar o principio batista de autonomia de igreja batista. Ajudo a levar jovens e adolescentes nas atividades da JUBERJ = Juventude Batista do Estado Rio de Janeiro e da JUMOC = Juventude Batista Brasileira.

3. Qual o seu histórico de fé religiosa e porque escolheu a Cristo em sua vida?
Marcos: Eu fui criado católico, mas não deu certo fui para Testemunhas de Jeová também não deu certo. No Mormonismo cheguei a fazer fama, era bem estudioso da seita. Trabalhei na evangelização mórmon e até batizei pessoas lá. Eu era ainda morto nos meus pecados, mas através da leitura da Bíblia Sagrada Almeida Corrigida Fiel. Eu percebi os erros do mormonismo e assim confessei a Jesus como meu Salvador e me tornei um FILHO de DEUS uma ovelha achada e conduzida ao aprisco do Bom Pastor! Assim como ouvi a fama dos batistas, fui para Primeira Igreja Batista em Teresópolis – RJ.

Eu tinha um amigo na Primeira Igreja Batista em Teresópolis-RJ que era Pr. Paulo Pimentel do Centro de Pesquisas Religiosas ( CPR ) embora ele não sendo pastor titular da igreja pedi a ele para que me batiza-se após minha pública profissão de fé e assim no dia 08/06/2008 mergulhei nas águas! Hoje não sou adepto da denominação Batista, mas sou cristão!

4. Você se denomina um cristão fundamentalista. Hoje em dia, a palavra fundamentalista dá arrepios nas pessoas, devido aos radicais muçulmanos que aterrorizam o mundo com seus atentados matando pessoas inocentes. O que é ser um cristão fundamentalista? Isso é diferente do extremismo muçulmano?
Marcos: Ser cristão fundamentalista é ser um cristão que segue Fundamentos da Fé Cristã Histórica e prática a doutrina da Separação Bíblica! Hoje se fala muito em união, mais devemos separar dos erros e modismos! Foi assim que surgiu a Igreja Presbiteriana Bíblica Fundamentalista, Igreja Batista Bíblica, Igreja Congregacional Bíblica etc existe até o The International Council of Christian Churches criado por Rev. Dr. Carl McIntire. Não aceito Ecumenismo do Conselho Mundial de Igrejas, o Neoevangelismo, ao Pentecostalismo e à transigência da Aliança Evangélica Mundial e das igrejas e indivíduos ligados a ela direta ou indiretamente, e aos Movimentos Neopentecostais e de G-12, bem como o Catolicismo Romano, Mundanismo, Paganismo. Defendo a Versão Almeida Corrigida Fiel da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil da Bíblia Sagrada, a única até o momento fiel ao Texto Hebraico Massorético e ao Texto Grego Receptus em português. Existem vários cristãos fundamentalistas no Brasil que segue esses mesmos padrões.

5. O Brasil é a segunda maior nação cristã do mundo, atrás dos EUA. A igreja cristã brasileira vive isolada e desperdiçando seu potencial evangelizador no Brasil e em outras nações. Você concorda ou não com essa afirmação e quais os fundamentos em que se baseia?
Marcos: Claro que concordo! O Brasil é um celeiro de cristãos, mas no momento a Igreja está mais preocupada com seu umbigo que com evangelização. Vou te falar uma coisa sou Calvinista, mas eu evangelizo. Para mim os Congressos das Juntas das Missões Nacionais e Mundiais da Convenção Batista Brasileira são momentos gloriosos. Quando meu pastor Renato Cordeiro de Souza traz missionários na Primeira Igreja Batista em Teresópolis – RJ, faço questão de conhecer o missionário. Eu tenho certificado de curso de evangelismo e discipulado pela Junta Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira.

7. Religiões que usam a prosperidade terrena para provar ganhos espirituais são extremamente frágeis, pois quando a prosperidade muda de dono (conforme constatado quando da invasão muçulmana entre 635-750DC e ocupação dessas regiões até hoje) os fiéis desse tipo de teologia da prosperidade cristã apostatam rapidamente para a religião dos donos do poder no momento. A seu ver a Igreja cristã brasileira está imune a isso ou será presa fácil para o proselitismo muçulmano no Brasil?
Marcos: O Brasileiro não está imune não, ainda mais porque sempre quer ver resultados financeiros no que faz, muitos fazem da igreja um balcão!

8. Dizem que existem 2.1 bilhões de cristãos no mundo. Mas somos tão fragmentados em tantas denominações: 85 principais e 38.000 denominações secundárias. O cristianismo é o gigante com pés de barro devido a essa fragmentação? É possível acabar ou pelo menos diminuir com ela através da união cristã?
Marcos: Sim., Jonh Nelson Darby tinha essa proposta de acabar com as denominações mas para isso carecemos de conscientização teológica para não ficar uma igreja una mas com problemas de Teologia.

9. É possível a coexistência pacífica entre as religiões cristã e muçulmana?
Marcos: Não. Os mulçumanos querem tomar a terra de Israel onde Jesus vai reinar por 1.000 com os santos. Mas Jesus Cristo há de prevalecer sobre todos os inimigos de Israel inclusive com os mulçumanos! “E acontecerá naquele dia, que procurarei destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém;” ( Zac 12:9 ACF )

10. Quais os três principais desafios da igreja cristã brasileira e mundial e quais as soluções que você propõe?
Marcos: Os Desafios são: Evangelização, Doutrina e Separação. A Igreja carece Evangelizar esse país com uma Doutrina correta e praticar Separação dos erros teológicos e modismos! As três soluções se encaixam em uma só resposta.

11. Quais os três principais obstáculos que a evangelização cristã dos jovens está enfrentando hoje no Brasil?
Marcos: Creio que só exista um obstáculo que é: a Igreja perdeu sua identidade. Se Igreja continuasse rígida como no passado seria mais fácil.

12. Você poderia compartilhar com os leitores algumas sugestões de evangelização, dicas para interessar os jovens sobre a palavra de Cristo?
Marcos: Creio que devemos ser naturais para os jovens. Nada de chegar com vara de Moises (risadas) dizendo ao jovem quais as coisas que ele perde em ser cristão. Em vez daquela frase NÃO PODE, acho melhor falar NÃO DEVO! Basta apenas mostrar Jesus. Com tempo o jovem dentro Cristianismo, ele mesmo dirá NÂO DEVO.

E finalizando, gostaríamos de sua mensagem para os jovens brasileiros: por que o jovem brasileiro só tem a ganhar quando se converte à fé cristã? A quem ele deve procurar para falar sobre a fé cristã?

Marcos: Os jovens quando reconhecem a Soberania de Deus nas suas vidas ganham com amizades com experiencias que marcaram a sua vida e ainda ganha Cristo no coração é algo esperançonso olhar para futuro e dizer: EU TENHO A VIDA ETERNA. Falem de Cristo para todos, ricos ou pobres: cada quadra fora da sua casa é um campo missionário.

Entre em contato com a Juventude Batista do Estado do Rio de Janeiro – JUBERJ e a Juventude Batista Brasileira – JUMOC .

Share

Anúncios

Uma resposta

  1. Gostei muito da entrevista do Marcos Habib. Graças a Deus existem jovens comprometidos com Cristo e com a evangelização do mundo. Gostei da frase:cada quadra em volta de sua casa é um campo missionário. Grande verdade!! Que, nós cristãos possamos testemunhar nossa fé e se preciso, pregar.

    Parabéns ao irmão Marcos e desejo que Deus continue guiando a vida dele em todos os ideais de sua fé em Cristo Jesus!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: