Deputado afegão pede a morte de convertidos cristãos


CABUL , Afeganistão, 1 de junho de 2010 (PA) – No dia 31 de maio de 2010, um programa de televisão no Afeganistão mostrou o testemunho de afegãos (ex-muçulmanos) convertidos ao cristianismo. O vídeo inflamou a opinião pública no país e foi reprisado por todas as redes de televisão do Afeganistão.

Essa reportagem foi realizada por duas ONGs, uma americana e outra norueguesa, a Church World Service e a Norwegian Church Aid, que foram logo acusadas de proselitismo cristão e expulsas do Afeganistão. O proselitismo de qualquer outra religião exceto a maometana é punido com pena de morte no Afeganistão.

“O presidente do Afeganistão (Hamid Karzai, apoiado com dinheiro, tropas e mais de 1.874 soldados mortos desde 2001 – fonte CNN.com sendo certamente a maioria soldados cristãos) acompanha pessoalmente este problema”, declarou o Sr. Wahid Omar, porta-voz da presidência. Isso causou muita agitação e do ponto de vista do presidente é um problema sério que necessita ser investigado”

O presidente pediu ao seu Ministério do Interior e aos serviços especiais (polícia secreta) de tomar as medidas “para impedir esse tipo de fenômeno”. As duas ONGs estão sendo investigadas, declarou o porta-voz do Ministério da Economia Sr. Mohammad Sidiq Amerkahil, mas elas negam qualquer atividade de evangelização.

“Se for demonstrado que elas estão envolvidas nessas ações de evangelização, que a lei afegã define como um crime, elas não serão apenas proibidas mas serão levadas à justiça para serem punidas”, disse Amerkahil.

O Sr. Abdul Sattar Khawasi, um deputado afegão, encolerizado diante de seus colegas do Parlamento disse que:

“Os afegãos que apareceram nesse vídeo deviam ser executados em público, a Assembleia Nacional (Parlamento) deveria ordenar ao procurador da República e ao NDS (a polícia secreta do Afeganistão) para que prendam esses afegãos e os matem”.

O programa de televisão em questão, onde os espectadores puderam ouvir os testemunhos e ver os batismos, foi reprisado por todas as redes de televisão afegãs no dia 31 de maio de 2010, causando declarações e ameaças contra os cristãos afegãos. Muitas centenas de estudantes da universidade de Cabul sairam em passeata pelas ruas encolerizados contra os cristãos.

O debate continua violento entre os políticos e coloca os cristãos de origem muçulmana em grande perigo. Alguns deles foram forçados a entrar na clandestinidade, outros conseguiram fugir do pais, dois desapareceram e um foi preso.

Fontes

CNN Afghanistan Crossroads blog
Indignations.org

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: