Marxismo Chavista: começa a tribulação cristã na Venezuela


CARACAS, Venezuela, 27 de junho de 2010 (EC) – Na quarta-feira passada, 23 de junho de 2010, um grupo de pessoas identificadas como membros da associação chavista Missão Negra Hipólita invadiram as instalações da Igreja Batista Nova Jerusalém, na cidade de Caracas. A Missão Negra Hipólita foi criada pelo presidente Hugo Chavez em 2006 com o objetivo de resgatar crianças em situação de miséria. Pelo que se pode notar nessa invasão da Igreja Batista Nova Jerusalém, essas crianças hoje crescidas e devidamente “educadas” no marxismo cubano-chavista foram usadas politicamente como milícias para um ato de invasão de um lugar de culto cristão.

Este foi mais um ato da escalada de invasões das igrejas cristãs no país sob a suposta legalidade da revolução chavista, diz o site EntreCristianos. Continua o site: como se lembram, no mês de outubro de 2009 o Diário Oficial da Venezuela algumas igrejas do país foram declaradas “locais de interesse público”, entre as quais a megaigreja das Acácias que se congrega num antigo teatro.

Tudo por etapas

A destruição da democracia venezuelana aconteceu por etapas desde a primeira posse de Hugo Chávez. A esse respeito, leiam os artigos abaixo.

Tudo foi feito por etapas, comendo-se pelas beiradas, uma coisa de cada vez enquanto a maioria dos venezuelanos renovava o mandato de Chavez. Primeiro, a destruição da autonomia do Poder Judiciário usando o controle no Parlamento para mudar as leis e acabar com a independência judicial. Depois, o fechamento de emissoras de TV e jornais que eram opositores do governo Hugo Chavez.

E enquanto isso, os cristãos ficaram calados ou mesmo votaram para manter esse governante no poder. Afinal, ele fez “tanto pelo social” não é mesmo?

Em agradecimento pelo apoio recebido nas reeleições sucessivas agora, chegou a vez das igrejas cristãs. O regime de Chavez apoia Cuba e importou milhares de assessores e médicos cubanos para dentro do território da Venezuela. E os marxistas russos, chineses, cambojanos, vietnamitas e de outras nações, foram os maiores assassinos de cristãos da história da humanidade com 31 milhões de cristãos mortos conforme mostra uma estatística da Conwell University, Centro para o Estudo do Cristianismo Global. Leia o artigo abaixo “Evangelização pelo Martírio: 70 milhões de cristãos mortos em 20 séculos.

Mesmo hoje, vemos que o Conselho Evangélico da Venezuela finalmente abriu a boca para defender os cristãos, a igreja católica venezuelana está num silêncio estarrecedor. Os marxistas venezuelanos agradecem pela cegueira cristã e vão continuar comento pelas beiradas… um pedaço de cada vez. Um dia chegará também a vez da igreja católica venezuelana, quando esse governo marxista se sentir forte o suficiente para isso. Oremos por nossos irmãos cristãos venezuelanos, por que o tempo de tribulações começou para eles.

Perseguição aos cristãos:

Segundo o jornal Informe21 no dia 27 de março de 2009: “com nomeação do novo Ministro da Defesa da Venezuela, começou uma caça às bruxas contra todos os evangélicos nas forças armadas…estão cancelando promoções militares publicadas no Diário Oficial. Afastaram inclusive generais de brigada e um vicealmirante. Revogaram as promoções, o que é ilegal por que o que foi publicado no Diário Oficial é lei. As desculpas são acusações de falta de mérito e outros. Dizem que os títulos dos pastores não são reconhecidos, nem os dos sacerdotes católicos também…os mais raivosos contra os oficiais evengélicos são os santeros (praticantes da macumba)”.

A entrevista do pastor Jorge Castillo da Igreja Batista Nova Jerusalém:

Transcrevemos abaixo a reportagem da televisão venezuelana Globovisión, a única TV independente que restou na Venezuela depois das ações do governo Hugo Chavez contra a democracia e a liberdade de expressão ao longo dos últimos 12 anos de governo chavista no país Vizinho.

“Na quarta-feira, um grupo de pessoas entrou violentamente nas nossas instalações, expulsou as pessoas que se encontravam lá dentro e deixaram entrar um grupo de pessoas que supostamente eram da Prefeitura (de Caracas) componentes da Missão Negra Hipólita. (Quando fomos reclamar na Prefeitura) nos atendeu um funcionário que só ficou rindo e gozando de nós e não nos deu nenhum documento ou prova tangível ou simplesmente um decreto que indicasse que nosso edifício tinha sido confiscado.

Repórter: O pastor Castillo explicou que as instalações da igreja estão totalmente operacionais e lá se realizam grande quantidade de obras sociais.

Pastor Castillo: aqui temos instalações educacionais, aqui temos obras sociais, aqui atendemos crianças das favelas e lhes damos educação em tempo integral, damos atenção espiritual. Isto está em pleno uso, não está abandonado.

Nancy Gallardo de Olson, do Conselho Evangélico da Venezuela (CEV): Nós estamos aqui para que todos saibam que o povo evangélico é um só povo, que se chama o corpo de Cristo, nós não temos nomes (individuais). E não estamos tirando dinheiro do governo (para as obras sociais e de educação), nós damos esse dinheiro do NOSSO bolso”.

Pastor Nelson Sevilla, vice presidente do CEV: Nós estamos muito surpreendidos por que não é somente o caso da Igreja Batista Nova Jerusalém. Temos o caso da Igreja de Nova Valência, uma igreja na cidade de Porto Cabello, duas igrejas em outra cidade, uma igreja em Porto Orda, uma igreja na cidade de Clarínes, que foram invadidas.”

Escolas e atividades sociais cristãs tiram o povo do controle do governo

Qual o motivo do confisco dessas atividades sociais e educativas cristãs na Venezuela? Talvez poderia ser por que crianças educadas na palavra de Cristo NÃO tem tempo de fazer parte das iniciativas chavistas como a Missão Negra Hipólita? E assim sendo, as crianças não sofrem a lavagem cerebral que supostamente acabou fazendo com que sejam supostamente utilizadas para invadir violentamente igrejas cristãs como afirma o pastor Castillo.

Declaração do Conselho Evangélico da Venezuela – CEV

Em relação à problemática das invasões de igrejas evangélicas e dada a situação surgida pela ocupação da Igreja Batista Nova Jerusalém, o Conselho Evangélico da Venezuela enviou o seguinte comunicado expondo sua posição:

“A Junta Diretora do Conselho Evangélico da Venezuela (CEV) se dirige a seus afiliados e relacionados para informar que efetivamente alguns de nossos membros foram objeto de uma ação de expropriação e/ou invasão de locais ou terrenos das igrejas ou ministérios onde funcionam, afetando com isso a obra de nosso Senhor Deus.

O Conselho Evangélico da Venezuela vem apoiando algumas dessas igrejas e ministérios perante as autoridades competentes para que se disponham a dar uma solução a este problema; no entanto o que temos observado é o aumento desses atos, sendo o último ocorrido na semana passada com as instalações de uma escola anexa à Igreja Batista Nova Jerusalém, El Paraíso, cidade de Caracas, a qual foi alvo de expropriação por parte da Prefeitura de Caracas.

O Conselho Evangélico da Venezuela deplora esses atos que geram uma onda de decepção e impotência da comunidade de fé e da comunidade em geral, já que não vem existindo nenhuma forma de voltar ao Estado de Direito dos atacados, seja por via do diálogo ou por via legal na Justiça.

Pelo acima exposto, a Junta Diretora do Conselho Evangélico da Venezuela iniciou uma série de consultas com afiliados e representantes das organizações evangélicas do país para estabelecer as estratégias que contribuem para cessar essas ações, o fim das ameaças e também para apoiar o chamado pela paz e respeito a tudo que é consagrado a Deus.

Finalmente, convocamos nossos afiliados e relacionados para a união na oração, em favor desta causa, e a manter o espírito ligado aos princípios bíblicos.

A Junta Diretora do Conselho Evangélico da Venezuela
Pr. César Mermejo
Diretor Executivo

Artigos relacionados

Venezuela: Anistia Internacional denuncia o que o Senado brasileiro se recusou a ver
Omissão diante de ditadura cubana mancha imagem do governo brasileiro
A censura de Chávez
Juíza é presa após libertar inimigo de Chávez que estava em “prisão preventiva” por mais de 2 anos (!)
Evangelização pelo martírio : 70 milhões de cristãos mortos em 20 séculos
KARL MARX e seu livro “Oulanem”: O satanismo no comunismo

Share

Anúncios

Uma resposta

  1. mande tudo que puderem sobre assuntos missionários e as perseguiçoes em todo mundo.
    Que Deus abençoe atodos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: