Reflexão para Líderes Cristãos: Batizado não é amuleto


Batismo: pode ser tudo ou significar nada

Você decidiu ser batizar. Depois do batismo, vem aquela sensação maravilhosa de estar mais próximo de Deus. É realmente muito bom. Mas o batismo não é o fim. É o começo. O fato de você se batizar não lhe traz proteção automática de Deus. Se o batismo não tocou seu espírito, você está fora do time cristão e da proteção de Deus.

A paz no renascimento pelo batismo

Essa paz é transportada no íntimo de todo cristão que aceitou de livre vontade a entrega de sua vida a Cristo mediante o batismo. No momento do batismo, renascemos. Tudo o que fizemos de errado, se houve nosso sincero arrependimento, está perdoado por Deus.

Com o batismo nós prometemos a Deus agir de modo diferente em nossas vidas. Agir de acordo com a palavra d’Ele.  Mudar nossos comportamentos incorretos. Afinal, se renascemos no batismo, se Ele aceitou perdoar tudo de ruim que fizemos no passado, nada mais justo que Deus peça que não erremos mais.

Batismo não é amuleto ou mandinga para “fechar” o teu corpo!

Pois é. Alguns pensam: agora que me batizei estou protegido por Deus! Como se o batizado fosse um amuleto supersticioso qualquer! Mas não notaram uma coisa: o compromisso de Deus com cada um de nós existe enquanto cada um de nós não romper o compromisso com Ele.

Mas se não houve sincero arrependimento, se depois do batismo continuamos agindo como robôs de um só neurônio e automaticamente cometendo os mesmos erros de antes do batismo, então o batismo não passou de água sem sentido que molhou nossa cabeça sem resultado algum. Uma cerimônia sem valor algum perante Deus. Você é um robô de um só neurônio? Claro que não. Então use sua cabeça já: PARE agora mesmo e reflita sobre sua vida e seus atos.

Por que só (ou tudo) o que Ele exige quando decidimos entregar nossa vida para Ele mediante o batismo é: mude para melhor. Corrija seus erros. Não erre mais. Analise o que vem fazendo de errado na sua vida e com os outros. E mude! Não erre mais. E acima de tudo, ande dentro da fé em Cristo.

Você mudou depois do batismo? Você se esforçou para eliminar um comportamento errado seu? Você está lutando para controlar um traço de caráter que afeta negativamente pessoas à sua volta? Você deixou de pecar como pecava antes do batismo? Não?! Então você não está batizado. A água do batismo apenas molhou seu corpo, mas não tocou o seu espírito por que purificação não houve em seus atos e pensamentos posteriores ao seu batismo. Se não permitimos que o batismo toque nosso espírito e mude nossos atos do dia a dia, ele não tem valor algum. Foi água jogada literalmente pelo ralo, pois não lavou nosso espírito.

O batismo não é amuleto de proteção! É compromisso de mudança em seus atos do dia a dia. Lembre-se disso.

Batismo: começo e não fim

“Nesse teu renascimento do batismo, não interessa para Deus o que fizestes no passado, mas o que estás fazendo hoje e amanhã. Eu te convoco a seguir adiante no teu aperfeiçoamento espiritual depois do primeiro e importantíssimo passo que destes ao aceitar livremente Deus como teu Senhor”.

Veja o casamento: muitos pensam que é o último passo e na verdade é o primeiro passo de uma bela, linda jornada ao longo dos anos e décadas dentro do amor e na palavra de Deus.

Se o casamento é a união de dois corpos sob as bênçãos de Deus, o batismo é o casamento de nossos espíritos com Ele. E o batismo também não é o último passo, mas sim o primeiro da jornada que nos leva aos braços de nosso Criador. Que é algo de extremamente bom e gostoso que todos nós queremos. É ou não é?

Direto da fonte!

Existem milhões de artigos, orientações e debates sobre o batismo. Até nos perdemos no meio de tanta informação. Dependendo da denominação cristã, católica, protestante, ortodoxa e outras, o batismo pode ser feito por imersão, uma até três vezes ou por aspersão, ou por infusão. Pode ser feito quando criança ou só quando adulto. Existe a crisma também. Enfim, é grande a variedade de práticas para o “ritual do batismo”.

No meio de tanta informação, nada melhor do que ir direto na fonte. E qual a fonte de todo cristão? A palavra de Jesus Cristo. Vejamos:

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado” Marcos 16:15-16.

É claro que Cristo jamais deu importância para rituais de batismo. O que importa é crer, é ter fé, é mudar o interior da pessoa batizada. Ou seja, o batizado tem que andar de mãos dadas com a fé, a crença em Deus e portanto em agir dentro da palavra de Deus.

Jesus ainda nos fala: quem não crer será condenado. Ou seja, de nada adianta você se batizar, se não crer, ter fé e procurar agir no seu dia a dia dentro da palavra de Cristo. Jesus, a nossa fonte, nos diz claramente: batizado não é garantia de salvação, batizado não é amuleto!

Eu quero “validar” meu batismo: como fazer isso

Muito bem. Você olhou para si mesmo. Analisou seu comportamento pós-batismo. Notou que precisa mudar e deixar de errar e cometer pecados para com isso “validar” com Deus o seu batismo, essa sua aliança que decidiu fazer com Deus. Como fazer isso?

Converse com Ele. Não precisa de nenhuma reza decorada ou novena. Fale como fala com um amigo, que é o que Ele é mesmo. Compartilhe suas preocupações, seus erros, seus acertos e fracassos. Peça que Deus lhe ajude a resolvê-las e a evitá-los.

Ele já sabe de tudo, mas quer ouvir de sua boca. Sabe porque? Por que ao ouvir de sua boca, Ele saberá que você está consciente de seus erros. E conscientizar-se de seus erros é o primeiro passo para o perdão divino e para a “validação” ou “revalidação” do seu batismo, ou seja, do seu compromisso com Ele. Ele escutará você. Abra seu íntimo, isso ficará entre você e Ele, mais ninguém.

Nesse processo de autoanálise, se quiser procure seu líder cristão, pastor ou o padre de sua comunidade cristã, para orientações. Mude para melhor, mas…faça dessa mudança interior uma coisa definitiva.  Errar hoje e pedir perdão a Deus, para cometer o mesmo erro na semana que vem…isso não é o que Deus espera de você. Muitas vezes é tão difícil mudar, mas com fé e lendo a palavra de Deus (a Bíblia) mudanças extraordinárias podem acontecer. Experimente.

O Pai nunca falha: Ele orientará você, dará o sinal que você pede, mudará seu modo de encarar as coisas, ajudará você a mudar seu modo de agir e acompanhará você no seu caminho de aperfeiçoamento espiritual. Mas precisa conversar com Ele. Quando foi a última vez que falou com Ele? Deus é liberdade, mas a atitude de dialogar com Ele tem que partir de você.

A água do batismo pode significar muito, ou nada em sua vida. Depende de seu compromisso com a mudança para melhor.

Clique aqui e leia mais artigos da série Reflexões para Líderes Cristãos

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: