Americanos retiram denúncia contra Vaticano na Justiça


Três pessoas que afirmavam terem sofrido abusos sexuais por padres católicos retiraram suas queixas contra o Vaticano na Justiça dos EUA, eliminando a possibilidade de a Igreja ir ao banco dos réus no país.

No final de junho, a Suprema Corte americana resolveu não se pronunciar sobre um recurso encaminhado pelo Vaticano referente a este processo, e reenviou a um tribunal local a decisão sobre se a instituição pode ou não ser civilmente responsável pelas ações de padres que cometeram abusos.

“Naturalmente isso não significa de algum modo minimizar o horror e a condenação pelos episódios dos abusos sexuais e a compaixão pelo sofrimento das vítimas, porque, como justamente enfatizou o advogado do Vaticano, Dr. Jeffrey Lena, a Justiça nos confrontos das vítimas e na proteção dos menores deve permanecer o objetivo prioritário”, completou.

De acordo com o porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, “é positivo que uma causa que durou seis anos, sobre um suposto envolvimento da Santa Sé em responsabilidades de ocultação de abusos, que teve também fortes reflexos negativos na opinião pública, tenha sido ao final demonstrada ser originada por uma acusação não fundamentada”.

Leia a matéria completa na Folha de São Paulo.

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: