Amor de verdade não muda status do relacionamento

Estamos rodeados de ex-algo: ex-esposa, ex-marido, ex-patrão, ex-funcionário, ex-policial, ex-traficante, ex-atleta. Felizmente, não temos ex-filhos ou ex-pais. A aparência, a opinião das pessoas, as dúvidas, a desconfiança ou mesmo o desgosto não anulam o vínculo genético que identifica pai e filho. Filiação ou paternidade legítima não se compra, não se vende, não se negocia. Não há nada que alguém possa fazer ou deixar de fazer para desvincular-se da relação pai e filho.
Continue lendo

Entrevista: Filho de um dos fundadores do Hamas se converte ao Cristianismo.

Mosab Hassan Youseff: Cristo é meu herói!

“Tenho um amor incondicional por Jesus Cristo. Ele é o meu herói!” O palestino Mosab Hassan Yousef, 32 anos, filho do xeque muçulmano Hassan Yousef, co-fundador do grupo terrorista muçulmano Hamas na Cisjordânia, se converteu ao Cristianismo em 2007 e atualmente mora nos Estados Unidos. Desde então, se dedicou a escrever o livro Son of Hamas (Filho do Hamas), que já está disponível no Brasil. Na obra, Mosab revela como colaborou para o serviço secreto israelense, o Shin Bet, e explica por que se converteu a Cristo. Quem pensa que foi uma conversão vazia, se engana. Mosab levou 6 (seis) anos lendo a Bíblia, relendo o Corão, para depois se converter para Cristo.

Continue lendo

Reflexão para Líderes Cristãos: Batizado não é amuleto

Batismo: pode ser tudo ou significar nada

Você decidiu ser batizar. Depois do batismo, vem aquela sensação maravilhosa de estar mais próximo de Deus. É realmente muito bom. Mas o batismo não é o fim. É o começo. O fato de você se batizar não lhe traz proteção automática de Deus. Se o batismo não tocou seu espírito, você está fora do time cristão e da proteção de Deus.

Continue lendo

Reflexão para Líderes Cristãos: Quando é bom presentear

No dia 8 de abril de 2010, publicamos no Time de Cristo um texto adaptado do artigo “Por que homens devem comprar flores para as mulheres” de John DeVore da cnn.com. Nosso colega Vinícius que publica o blog de debates Cabana de Inverno escreveu uma contraposição intitulada “Por que homens não devem dar flores para as mulheres”. Nós acompanhamos o interesse dos leitores em ver um argumento e outro e depois de alguns dias de reflexão gostaríamos de publicar este terceiro artigo: “Quando é bom presentear”. E nosso colega Vinícius do Cabana de Inverno promete uma réplica na semana que vem.
Continue lendo

Por que homens não devem dar flores para as mulheres

No dia 8 de abril de 2010, o Time de Cristo publicou uma adaptação de um artigo de John DeVore do cnn.com: “Porque homens devem comprar flores para as mulheres“. O colega Vinícius que publica o blog Cabana de Inverno publicou um artigo em contraposição e aqui vai ele:

Por que homens não devem dar flores para as mulheres
Como já explicitei nesse blog no texto Sobre O Cavalheirismo, os atos de cavalheirismo estão dentro da esfera do produto do machismo. A relação do cavalheirismo com o sexismo está nebulosa dentro da noção popular de machismo, que envolve sempre envolve agressão física ou verbal. Dar flores, ou qualquer tipo de agrado que parte de um sexo à outro e que não pode partir do que recebe para o que agrada.

Continue a ler

Share

Por que homens devem comprar flores para mulheres

Homens devem comprar flores para mulheres. Flores são coloridas. Elas cheiram bem. E sem elas, as plantas jamais namorariam. Para muitos, comprar flores é clichê ou cafona ou ridículo. E para outros, é um ritual sem sentido na nossa idade moderna de igualdade entre os sexos. Na verdade, flores devem simbolizar alguns pensamentos maravilhosos sobre a mulher.
Continue lendo

Reflexão para Líderes Cristãos: O Casamento e a Chuva

Vou contar uma estória da vida real para vocês. O casamento foi ao ar livre, numa bela casa à beira de uma linda praia. Os noivos haviam se esmerado em preparar uma linda festa. Uma grande tenda branca protegia as mesas de jantar que estavam num grande gramado em frente à casa e que terminava na areia. A cerimônia cristã ocorreria na areia da praia. Os noivos desejavam compartilhar a natureza com todos os convidados.
Continue lendo