“Regime do Irã não deveria ser reconhecido”, diz ONG a Lula

Caro presidente Lula da Silva,

Sua oferta de asilo no Brasil para Sakineh Ashtiani, sentenciada à morte (pelo governo muçulmano do Irã) por ter feito sexo fora do casamento, é um passo importante para salvar a ela e seus filhos. Espero que com as muitas ações e esforços internacionais em curso no momento possamos salvar Sakineh e que ela e seus filhos possam voltar a se abraçar o mais cedo possível.

Continue lendo

Anúncios

Sakineh Ashtiani: “Quem não tiver pecado dentre vós, que atire a primeira pedra”

Sakineh: Quem não tiver pecado, que atire a primeira pedra

Neste momento em que o governo muçulmano do Irã condenou à morte a Sra. Sakineh Mohammadi Ashtiani, volta às manchetes o tratamento preconceituoso imposto às mulheres muçulmanas.  “A questão da mulher no islamismo é um dos assuntos mais críticos que os muçulmanos tentam esconder dos ocidentais, pois ninguém consegue imaginar que possa existir uma religião que confesse ter este tipo de tratamento para com as mulheres. Estarei mencionando o que o Alcorão e o Hadith (ensinos, palavras e atos de Maomé) mencionam sobre as mulheres no islamismo, assim como a opinião de Maomé e dos Califas.” diz o Dr. Salim Almahdy. Leia este artigo que cita muitas fontes do Corão e dos hadiths (palavras de Maomé) que servem de guia para todos os muçulmanos.
Continue lendo