O Islã Adverte: futebol causa problemas de saúde e até a morte

O Islã Adverte: futebol causa problemas de saúde até a morte

O Islã Adverte: futebol causa problemas de saúde e até a morte

É tempo de Copa do Mundo. Nós paramos a cada jogo da seleção. Ficamos preocupados, imaginando se a copa pode ser nossa! Se estamos em casa, queremos sentar em frente à TV junto com amigos, numa reunião descontraída, alegre e animada com comes e bebes, para torcer pela nossa seleção! De repente, uma gangue armada invade sua casa. E começam a te chicotear ou mesmo matar a tiros seus convidados. Você não tem para onde fugir! Nem adianta chamar a polícia por que…a lei em vigor é a Sharia muçulmana. Coisa de louco? Sim, coisa de loucos. Um outro mundo onde ver jogo de futebol é castigado com chicotadas ou mesmo a morte. Se você morasse em alguns desses países, estaria preocupado em ver um inocdente jogo de futebol com medo de que invadam sua casa e te matem. Países onde a emissora de televisão teve que ser transferida às pressas sob escolta militar para evitar de ser destruída por gangues de muçulmanos radicais. Exagero? Não. A mais pura verdade. Leia esta reportagem da renomada BBC de Londres e saiba como a lei Sharia muçulmana chega a ridículos como esse…e tudo isso em nome de Deus! Isso é o que prega o islã muçulmano radical, que alguns chamam de “o caminho da Paz”.

Continue lendo

Anúncios

Aos cristãos nigerianos

JOS, Nigéria, 12 de fevereiro de 2010, por Alex Longs (líder do monastério agostiniano em Jos, Nigéria) – Depois das disputas extremistas dos últimos meses, Alex Longs nos explica porque a vida está se tornando cada vez mais difícil para os cristãos no território muçulmano ao norte da Nigéria. Uma coisa deve ser clara: quando conflitos violentos explodem entre cristãos e muçulmanos no norte da Nigéria, nunca são os cristãos que os provocam.

Continue lendo

Mais duas igrejas cristãs de Kuala Lumpur são atacadas à bomba por muçulmanos

KUALA LUMPUR, Malásia, 9 de janeiro de 2010 (EFE, Folha, BBC) – duas igrejas cristãs de Kuala Lumpur foram atacadas à bomba neste domingo, o que aumenta para seis o número de incidentes como este na Malásia desde que uma decisão judicial permitiu o uso do termo “Alá” também aos que não são muçulmanos.

Um coquetel molotov foi atirado por muçulmanos na parede de uma igreja na cidade de Taiping, mas ninguém ficou ferido. Na mesma localidade, uma igreja católica foi atingida por uma garrafa de querosene, mas o artefato felizmente não explodiu. Veja vídeos e fotos.

Add to: Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo Buzz | Newsvine

Continue lendo