“Regime do Irã não deveria ser reconhecido”, diz ONG a Lula

Caro presidente Lula da Silva,

Sua oferta de asilo no Brasil para Sakineh Ashtiani, sentenciada à morte (pelo governo muçulmano do Irã) por ter feito sexo fora do casamento, é um passo importante para salvar a ela e seus filhos. Espero que com as muitas ações e esforços internacionais em curso no momento possamos salvar Sakineh e que ela e seus filhos possam voltar a se abraçar o mais cedo possível.

Continue lendo

Muçulmanos? Outra vez não!

“Estive, dias atrás, na Turquia, acompanhado do Pr Walmir Vargas, Ministro de Educação Cristã da LIBER. Em Istambul, unimo-nos a uma caravana de 45 membros da Igreja Palavra Viva, liderada por seu pastor e meu querido amigo, Lamartine Posella, conhecido líder evangélico no Brasil. Visitamos as cidades das sete igrejas do Apocalipse, depois do que voltamos para o Brasil em vôo da Turkish Airlines, Istambul/São Paulo, com escala em Dakar, capital do Senegal. Assentou-me ao meu lado um jovem universitário senegalês, muçulmano, El Hadí, com 26 anos, muito educado. Orei ao Senhor e, percebendo que ele falava também inglês, abordei-o acerca de Jesus. El Hadí ouviu-me atentamente, também formulou algumas perguntas interessantes, e até aceitou orar comigo, erguendo suas mãos como eu, repetindo as palavras à medida em que eu orava. Pedi que Jesus Cristo entrasse no seu coração e o ajudasse em sua compreensão espiritual”. Leia o artigo completo do Pr. batista Eli Fernandes.
Continue lendo

Entrevista: Rafik Responde, conversão de muçulmanos – parte 6 (última)

Rafik responde aos muçulmanos

13. Vide o caso da empresa Nokia que forneceu a tecnologia para localização de celulares ao governo muçulmano do Irã, que a usou para localizar, prender os protestantes contra a reeleição de Ahmadinejad. Até que ponto essas novas tecnologias podem atrasar ou mesmo eliminar a diversidade religiosa nesses países?
Continue lendo

A mentira do crescimento muçulmano

O crescimento populacional é maior nos países muçulmanos porque a transição demográfica nestes países começou com uma certa defasagem temporal em relação aos demais. Há vídeos na Internet afirmando que existe uma explosão da população muçulmana no mundo. Vejamos a realidade dos dados mais recentes, com base no site da divisão de população da ONU (disponível em: http://esa.un.org/unpp/) e do artigo Changes in Fertility Rates Among Muslims in India, Pakistan, and Bangladesh, de Eric Zuehlke (disponível em: http://www.prb.org/).

Continue lendo

Barack Obama: muçulmano?

Barack Obama: muçulmano?

Barack Obama: muçulmano?

ISRAEL, maio de 2010 (Israel Today) – “Minha esposa Rachel, que monitora transmissões em idioma árabe para a Rádio Israel, captou uma declaração reveladora no programa “Show da Mesa Redonda” da emissora de televisão egípcia “Nile TV.  O ministro das relações exteriores do Egito, Ahmed Abul Gheit, disse que tinha tido uma reunião reservada com Obama e que (Obama) lhe disse que era (foi?) um muçulmano, filho de um pai muçulmano e filho adotivo de um padrasto muçulmano, que seus meio irmãos no Quênia eram muçulmanos e que ele era simpático à agenda muçulmana….

Continue lendo

A Demonização do Cristianismo: o bispo cristão D. Luigi Padovese

O cristão Luigi Padovese, mais um mártir

O cristão Luigi Padovese, mais um mártir

“Matei o grande Satã! Alá Akbar! (Alá é Grande)” grita o muçulmano Murat Altun, o assassino do Bispo D. Luigi Padovese. Esse é mais um resultado nefasto da contínua difamação do cristianismo em países muçulmanos. Não foi um ato de um doente mental, mas sim um assassinato ritual, com modalidades e motivações próprias do fanatismo religioso muçulmano. Essa nova tese sobre o assassinato do presidente da Conferência dos Bispos da Turquia, Dom Luigi Padovese, foi lançada nesta segunda-feira pela agência AsiaNews, do Pontifício Instituto para as Missões Estrangeiras (PIME), que insere assim o homicídio em uma visão fundamentalista da fé maometana. A reportagem é da Agência Asia News, 07-06-2010. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
Continue lendo

Ex-líder Muçulmano mostra o fracasso do islã na Inglaterra

Este líder muçulmano era encarregado de converter ingleses à fé maometana. Ele foi treinado para isso em vários países árabes, é muito bem informado e sabe perfeitamente a realidade sobre as taxas de conversão ao islã e o fracasso do islã na Inglaterra. Nós estamos falando em Londres, com um novo ortodoxo cristão que hoje foi batizado com o nome de Daniel. Daniel não é um nome muçulmano, longe disso [na verdade, ele existe como um nome muçulmano, mas é muito raro]. Embora as informações sobre sua conversão, inevitavelmente, circulem entre os muçulmanos de Londres, por razões de segurança nós deliberadamente não daremos detalhes sobre esse assunto porque existem muitos casos de ameaças e violência, e às vezes até mesmo assassinatos perpetrados por fanáticos. Dito isto, a experiência de Daniel é muito preciosa para os ortodoxos. Fr. Nicholas Savtchenko, reitor interino da Igreja da Dormição (Ortodoxa) em Londres, fala com ele.

Continue lendo